5 dicas para fazer exercícios no inverno

14 de junho de 2019

Apesar de o inverno ser propício para ficar na cama até mais tarde e apreciar o frio, é também a melhor época do ano para praticar atividades físicas. Um bom exemplo é que, para se manter aquecido, o corpo queima até 30% a mais de calorias – de acordo com uma pesquisa do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, órgão ligado à Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo.

Mas, a perda calórica não é o único benefício. No ano passado, mostramos aqui no blog quais as principais vantagens de se realizar atividades físicas nesse período e a que destacamos como sendo uma das mais importantes é a manutenção do condicionamento corporal. Em uma estação do ano em que consumimos mais comidas pesadas, a prática esportiva ajuda a controlar o peso e evita a tendência ao sedentarismo.

Outro benefício é a menor probabilidade de se contrair doenças típicas do frio, como gripes e resfriados. Graças ao contato constante com as temperaturas mais baixas, a imunidade aumenta e o organismo se prepara para enfrentar as possíveis adversidades. Nesse cenário, uma boa atividade é a natação, pois o contato com o vapor de água evita lesões no trato respiratório e, com isso, infecções virais.

Dicas para se manter em atividade no inverno

As baixas temperaturas trazem uma nova perspectiva para a prática de atividades físicas, que precisam se adaptar às reações do corpo ao frio. Por isso, é preciso se atentar a alguns pontos importantes:

  1. Use roupas adequadas

Mantenha-se aquecido, porém não exagere. As extremidades – como mãos, pés e rosto – são mais sensíveis e devem ser protegidas com luvas, gorros e óculos. As demais roupas devem ser confortáveis, mas não podem atrapalhar a troca de calor com o ambiente. Ou seja, nada de utilizar várias camadas de roupas pesadas para não superaquecer o corpo. Hoje, por exemplo, existem diversas peças térmicas que mantêm a temperatura mais alta e permitem a transpiração de forma mais orgânica.

  1. Atenção ao aquecimento e ao alongamento

No frio, o corpo demora mais tempo para atingir as temperaturas ideais para a prática de exercícios. É necessário fazer um aquecimento gradual e de maior duração antes de qualquer atividade e, na sequência, aquecer as partes específicas que serão trabalhadas durante o treinamento. É só após esse esforço inicial que se deve começar o alongamento, pois os músculos ficam mais contraídos no inverno e, sem o devido estímulo, podem sofrer graves estiramentos.

  1. Hidratação é fundamental

Beber água é sempre um fator essencial em qualquer atividade física, mas no inverno esse aviso é ainda mais importante. Como sentimos menos sede e pouco transpiramos nessa época do ano, é preciso fazer um esforço consciente para manter-se hidratado antes, durante e depois do exercício. Tente manter o padrão dos períodos de calor: carregue uma garrafa de água para todos os locais e lembre-se sempre de beber um pouquinho.

  1. Escolha bem o local da atividade

Há dias em que o frio está tão intenso que é impossível realizar qualquer esporte ao ar livre. Nesses casos, é preciso dar prioridade aos exercícios indoor – realizados em ambientes fechados e com temperatura controlada. São atividades como musculação, artes marciais, pilates e yoga, que ajudam a manter o corpo em movimento.

Mas se você não se importa tanto com o frio e prefere o ar livre, realizar caminhadas, corridas ou passeios de bicicleta são ótimas opções – que podem ser feitas tanto nas ruas quanto em ambiente como o do Círculo Militar.

  1. Busque formas de se animar

Cada um tem uma forma de se manter motivado para a realização de atividades físicas no inverno. Alguns preferem montar uma playlist bem animada e sair pelas ruas ouvindo suas canções preferidas. Outros precisam de uma motivação externa, com a companhia de alguém que estará junto para estimular a prática do exercício. Entenda o que vai te tirar da cama e coloque em prática.

  1. Cuidado com os problemas respiratórios

O ar seco e as baixas temperaturas podem ser um problema para quem já possui algum tipo de problema respiratório. Nesse caso, a prática de exercícios ao ar livre pode ser, inclusive, prejudicial, pois traz o ar mais frio para as vias respiratórias. Já as atividades em piscina são recomendadas, justamente por já estarem em um ambiente úmido.

Além disso, os vasos sanguíneos costumam ficar mais contraídos durante o inverno, o que estimula a vasoconstrição. Isso faz com que diminua a oxigenação dos órgãos e acenda um alerta para cardiopatas e hipertensos.

Aproveite o inverno no Círculo Militar

Quem disse que inverno não é sinônimo de clube? Localizado na região Centro-Sul de Belo Horizonte, o Círculo Militar possui um amplo espaço para práticas esportivas e áreas destinadas ao lazer, que podem ser usadas até mesmo no tempo frio para melhorar o condicionamento físico. Veja os benefícios e seja um sócio!